Quarta, 04 Março 2015 21:23

AUDIÊNCIA COBRA NOVAS CONTRATAÇÕES E O PLANO DE CARREIRA PARA OS SERVIDORES

Escrito por 

Reinião ocorrida nesta quarta-feira (25/02) no auditório da Escola Piauiense de Trânsito

Na manhã desta quarta-feira (25/02), a Federação Nacional dos Sindicatos de Servidores dos DETRANS Estaduais e do Distrito Federal (FETRAN) realizou uma audiência pública sobre a importância e consequência da emenda constitucional N. 82. O evento aconteceu no auditório da Escola de Trânsito do Piauí e teve início às 9h.

A lei garante que a segurança viária, exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do seu patrimônio nas vias públicas compreende a educação, engenharia e fiscalização de trânsito, além de outras atividades previstas em lei, que assegurem ao cidadão o direito à mobilidade urbana eficiente e compete, no âmbito dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, aos respectivos órgãos ou entidades executivos e seus agentes de trânsito, estruturados em Carreira, na forma da lei.

Para o presidente da Federação, Eider Marcos, a importância da emenda se resume em implementar um plano de carreira para os servidores do trânsito. “A emenda trás uma nova conjuntura para a constituição federal, incluindo os órgãos de trânsito e os seus trabalhadores, os agentes de trânsito, para poder implementar um plano de carreira, uma organização melhor para o trânsito com reconhecimento para os órgãos de trânsito para que a população seja melhor atendida”, destacou.

DETRAN PRECISA DE NOVOS SERVIDORES

Além disso, o presidente falou ainda sobre a importância da contração de novos servidores para o DETRAN. “Para o DETRAN do Piauí é extremamente necessária a implementação de um plano de carreira. Foi aprovado já a Lei e essa Lei está em vigor mas não foi colocada em prática. Essa nova organização busca fazer um concurso público, trazer mais servidores para dentro do DETRAN e com isso prestar um melhor serviço para a população. Hoje no Piauí, o órgão conta apenas com 376 servidores, quando o plano de carreira prevê pelo menos 900. Ou seja, é necessário a contratação de 524 servidores novos, entretanto isso só será possível quando o governo do Piauí viabilizar a vigência da Lei”. Completou o presidente.

img5729 1

img5737 3

img5734 3

Fonte: 180graus.com

 

Última modificação em Quarta, 04 Março 2015 21:32

Adicionar comentário


Login